Eu nunca fiz a cabeça dos homens do jeito que as pessoas podem pensar. Eu era bastante tímida e por isso, às vezes, os caras me ignoravam porque me achavam esnobe, mas eu apenas estava nervosa. Eu não era considerada nada atraente quando adolescente, era uma espécie de patinho feio da turma.

 

Jessica Biel
Atriz, 29 anos, atual namorada do cantor Justin Timberlake, ao afirmar que não se sentia confortável em situações sociais ou ao conhecer pessoas novas.
Dezembro 2011

Jessica Biel - Foto: PacificCoastNews.com



Esse é apenas mais um dos milhares de casos do Fusquinha que se transforma depois numa Ferrari, ou de um aviãozinho monomotor que, depois de alguns anos, amadurece e vira um tremendo Boeing que só possui assentos de primeira classe. Acontece com pessoas famosas e também com incontáveis anônimos que existem por aí. Quem nunca viu aquela tremenda duma gata, toda linda da cabeça aos pés, e ao folhear seu álbum de família fica espantado em saber que aquele patinho feio das fotos de alguns anos atrás era exatamente ela? Isso é mais comum do que se pode imaginar. Muitas vezes aquela morena esbelta que você admira hoje era uma gordinha tempos atrás. Acontece com os homens também! Aquele garotinho tímido e retraído dos tempos de colegial, que sempre é tido como bobo e inocente pelos seus amiguinhos, pode muito bem se transformar no maior Don Juan da história, inclusive vindo a conquistar as irmãs desses coleguinhas que tiravam onda com ele. O mundo dá voltas e a gente nunca sabe em que ponto da espiral vamos parar daqui a algum tempo. Você consegue imaginar Jessica Biel como uma pessoa anti-social e tímida? Difícil, mas felizmente toda fruta amadurece. O estágio verde é um estágio temporário, de aprendizado e crescimento interior. O resultado é sempre imprevisível.

Uma das táticas utilizadas para se vencer a timidez é a dissociação pela pessoa tímida do público causador dessa timidez. Em resumo, faz-se a pessoa tímida compreender que se a timidez não se manifesta com uma pessoa isolada, não há o por quê dela se manifestar com duas pessoas juntas, pois essas duas pessoas juntas nada mais são do que uma pessoa isolada ao lado da outra. Seguindo o mesmo raciocínio, faz-se novamente a analogia de quatro pessoas juntas como sendo dois grupos de duas pessoas juntas, que já foram superadas anteriormente. E assim por diante, até atingirmos um grande público, que na verdade é um grupo de várias pessoas isoladas reunido. E se a timidez para uma pessoa isolada foi superada, não será difícil perceber que um grande público o processo é exatamente o mesmo, já que não há diferença de conteúdo qualitativo, somente quantitativo. E quando existe a timidez com relação a uma única pessoa? Bem, nesses casos a timidez não é o problema principal, mas um reflexo de outros problemas psicológicos que a pessoa afetada possui, tais como baixa auto-estima, insegurança, falta de confiança etc. Nesses casos deve ser identificado cada um dos fatores causadores da timidez e tratado individualmente, até sua erradicação. Eliminados os fatores causadores, a timidez haverá de desaparecer.

O exemplo que fica é que todo problema pode ser superado. Muitas pessoas que hoje são tidas como totalmente extrovertidas, ávidas por contato com outras pessoas e super confiantes, já foram tímidas e retraídas no passado. Aquele homem sedutor que hoje conquista todas as mulheres que deseja e é objeto de desejo de mais outras tantas pode muito bem ter sido o patinho feio da turma, motivo de deboche das meninas da sua sala no colégio. E quantos oradores eloquentes que hoje admiramos não foram gagos no passado, não conseguindo pronunciar corretamente uma única frase sequer? O tempo passa, o mundo muda, as pessoas se transformam. Ninguém hoje é o mesmo de cinco anos atrás e nem será o mesmo daqui a cinco anos. Nosso físico muda, nossa mente muda, nossos valores mudam e junto com eles mudam as nossas atitudes, reflexo puro de nossa condição mental, que sofre constantes mudanças a cada experiência vivida. Alguém poderia fazer a seguinte pergunta: pode-se mudar para pior? A resposta para essa pergunta é que apenas pode-se mudar, somente isso. O que é melhor ou pior é algo relativo, próprio da subjetividade de cada indivíduo. Para muitos, que ainda preferem Jessica Biel tímida e bobinha, ela mudou para pior. Você concorda?

Próximo desabafo Desabafo anterior

VISUALIZAR DESABAFOS DE OUTROS ANOS

www.desabafodromo.com.br